Perguntas e Dicas

A Vandoren pensa na ecologia?

A preservação do nosso planeta é uma preocupação para a Vandoren: a cana não usada na producão das palhetas é compostada e reutilizada não apenas para aquecer a fábrica, mas também como fertilizante nos canaviais.

O pessoal da Vandoren movimenta-se em veículos elétricos para ir de um ponto a outro da fábrica. As caixas de palhetas são feitas de cartão reciclável, ou já reciclado. O protector de cada palheta é feito de polipropileno reciclável. O celofane utilizado é de um tipo muito comum à base de polipropileno. Estamos a aguardar o desenvolvimento de filmes biodegradáveis e não deixaremos de mudar de filme assim que esta tecnologia e os métodos de reciclagem associados o permitirem.

 

As palhetas da nova embalagem não me parecem melhores do que as da embalagem antiga. Porquê o novo acondicionamento?

As palhetas na embalagem Flow-Pack podem não parecer melhores porque, por sorte, nunca teve que usar palhetas que foram transportadas ou armazenadas em condições muito más.

Particularmente em ambientes quentes e secos as palhetas sem protecção podem sofrer deformações irreparáveis. Em geral, a palheta fica “deformada” e torna-se impossível de tocar.

A única maneira de a recuperar é usar um corrector de palhetas com todas as precauções que se impõem.

Ora nós distribuímos as nossas palhetas em todo o mundo e 70% dos nossos produtos viajam mais de 5.000 km antes de serem comprados!

Não esqueça que a maior parte da vida de uma palheta tem lugar antes de a tocar!

O conceito flow-pack ganha o máximo sentido em países onde a humidade é muito variável, como por exemplo o Japão, o Brasil ou então em regiões muito quentes e secas como o Texas.

É então realmente um benefício incontestável, pois limita consideravelmente a deformação das palhetas preservando-lhes as qualidades originais desde a fábrica até ao músico.

Além disso, para os músicos que compram as palhetas à unidade (o que é o caso em muitos países), a embalagem individual é uma pequena revolução!

Nós recebemos muitos comentários positivos sobre o flow-pack, especialmente de músicos que viajam muito ou que vivem em regiões onde o clima é extremo.

 

Qual a melhor maneira de “fazer a rodagem” das suas palhetas?

Toque as novas palhetas todos os dias durante apenas alguns minutos somente para as rodar.

 

Como tocar com uma palheta demasiado forte ou demasiado fácil?

Se uma palheta for demasiado dura, esfregar a sua face (parte plana da palheta) numa lixa fina, em ligeiros movimentos circulares.

 

É preferível molhar uma palheta com água ou com saliva?

Talvez seja melhor usar água para molhar a palheta. Algumas pessoas têm uma saliva mais ácida o que vai desgastar mais rapidamente as fibras da cana. No entanto, tenha cuidado para não deixar uma palheta na água por muito tempo pois poderá deformá-la.

 

A cana era melhor antes do que é hoje?

Não.
É uma planta, portanto um produto natural com todas as nuances daí provenientes.
Foram feitas numerosas experiências para encontrar um material de substituição.
Se tivéssemos que produzir apenas um som, talvez pudéssemos pensar em encontrar algum material sintético que conseguisse um bom som.
Mas precisamos de ter uma resposta imediata em quatro oitavas, juntando a isso as nuances dinâmicas e, até agora, não encontramos melhor do que a cana.

 

Dicas úteis

Não tocar com palhetas demasiado fortes ou fracas, isto é, mal adaptadas à abertura da boquilha.
“Rodar” as palhetas: toque-as alguns minutos por dia durante algum tempo antes de as adoptar.
Não se habitue a uma única palheta.
A rigidez diminui à medida que a palheta enfraquece.
De seguida todas as palhetas parecem muito fortes.
Escolha uma palheta de acordo com o local onde vai tocar:
– uma palheta menos forte numa sala viva ou com ar condicionado
– uma palheta mais forte numa sala surda, ao ar livre ou num lugar húmido.
Um músico habituado a tocar com uma palheta 3 1/2 vai escolher uma palheta nº 3 se tocar numa sala com ar condicionado, ou uma palheta nº 4 se for num local muito húmido, perto do Equador, por exemplo.